• Prospera Consultoria

Gestão de estoque – Erros mais comuns que podem te levar a falência (Parte 02 de 03)


Seguindo com a série de posts sobre gestão de estoque vou explicar como maximizar o resultado do seu negócio utilizando-se de uma técnica bastante conhecida e pouquíssimo utilizada nas empresas, a Curva ABC.

O que é a Curva ABC?

As letras A, B e C são um critério de classificação baseado no faturamento dos produtos comercializados por uma empresa. Utiliza-se para realizar esta classificação o Princípio de Pareto (80/20), assim classificamos:

Curva A: são os itens de maior prioridade, que precisam de maior atenção pelo seu valor. É estimado que 20% dos itens comercializados correspondam a 80% do seu faturamento.

Curva B: são itens que necessitam de cuidados intermediários, mas ainda assim são valorosos. A estimativa é de que representem 15% do faturamento em 30% dos itens comercializados.

Curva C: itens considerados de baixa prioridade, pois seu impacto econômico na empresa é pequeno. Os itens dessa classificação condizem, em média, a 5% do faturamento em 50% das mercadorias.

Como fazer o cálculo da curva ABC

Liste os produtos

Essa é a etapa inicial na qual você deve identificar qual o percentual de participação de cada produto vendido pela sua empresa em um dado período de tempo, recomento 12 meses para considerar efeitos de sazonalidade.

Classifique

Em seguida, é preciso classificar os itens de modo que seja formada uma lista dos maiores valores para os menores.

Imagine que foram vendidos:

10 itens X com valor unitário de R$ 150,00;

20 itens Y com valor de R$ 100,00,

70 itens Z com valor de R$ 20,00,

30 itens W com valor de R$ 40,00 e

5 itens V com valor R$ 200,00.

A classificação será:

Y: R$ 2000,00

X: R$ 1500,00

Z: R$ 1400,00

W: R$ 1200,00

V: R$ 1000,00

Calcule o valor acumulado

O valor acumulado corresponde ao valor de um produto somado aos anteriores. Nesse exemplo, fica assim:

Y: R$ 2000,00

X: R$ 3500,00

Z: R$ 4900,00

W: R$ 6100,00

V: R$ 7100,00

Faça as porcentagens

Em seguida, transforme em porcentagem em relação ao valor total. Nesse caso, as porcentagens serão:

Y: 28,1%

X: 49,2%

Z: 69,0%

W: 85,9%

V: 100%

Defina as categorias

De acordo com as proporções indicadas pelo método, você deve classificá-los entre A, B ou C. Arredondamentos são permitidos e, nesse exemplo, a classificação ficaria assim:

A: produtos Y, X e Z;

B: produto W e

C produto V

As vantagens de calcular a curva ABC

Ao calcular a curva ABC, a gestão tem alguns pontos importantes que são relevantes para o negócio. Dentre os benefícios, estão incluídas questões como:

Priorização de itens

Com uma representação que pode ser, inclusive, gráfica, essa curva mostra quais são os itens mais importantes para um negócio. Ao conhecer quais são mais valiosos, os demais gestores e os funcionários podem dar prioridade a estes itens do negócio.

Mitigar riscos

Ao compreender quais são os itens de maior valor e impacto na empresa, a gestão pode fazer uma análise de riscos mais precisa. Por exemplo: se 80% do valor (correspondente aos itens do tipo A e estão na mão de um único fornecedor, a empresa corre o risco de perder boa parte da sua capacidade de estoque caso algo aconteça.

Maior controle

Essa análise também serve para que a empresa veja quais são os itens com maior valor estocado e pode conferir se há alinhamento entre os dois setores: Compras e Vendas.

Por exemplo: se a empresa tem mais dos produtos Y, X e Z, mas o mais procurado no momento é o Z, é preciso aumentar a importância desse item no estoque para atender à demanda. Sem a curva, por outro lado, é mais difícil compreender que tipo de produto é, realmente, o mais importante.

"É melhor estar preparado para uma oportunidade e não ter nenhuma, do que ter uma oportunidade e não estar preparado." [ Whitney Young Jr. ]

#gestãodecompras #gestãoempresarial #estoque

9 visualizações